Ir para conteúdo
Felinto Network

Como fazer cache dinâmico do WordPress com Cloudflare, no plano gratuito


Recommended Posts

Neste tutorial você vai aprender como:

🟢 Poupar até 95% de largura de banda da sua hospedagem, e assim, diminuindo os custos

🟢 Como integrar o Cloudflare ao WordPress de forma profissional

🟢 Como usar recursos avançados do cache de página dinâmica no Cloudflare, mesmo no plano gratuito

Porém este tutorial não é recomendado para:

🔴 Quem usa Woocommerce, pois as configurações de cache dinâmico usadas aqui, tem grande potencial de fazer cache de partes indesejadas do seu site, como carrinho de compras

🔴 Quem não conhece o Cloudflare ou não tem instalado no seu site

🔴 Iniciantes no WordPress ou Cloudflare

O que é o Cloudflare?

O Cloudflare é uma grande rede de sites/servidores ao redor do mundo.

Datacenters do Cloudflare espalhados ao redor do mundo

Ao usar o Cloudflare, várias cópias dos seus sites ficam disponíveis em diferentes datacenters, aumentando a redundância, diminuindo o uso de recursos da sua hospedagem e aumentando a velocidade para o usuário final, pois ele irá requisitar a cópia do site sempre do servidor mais próximo (mais sobre isso adiante), ou seja, só vantagenzinhas.

Se você quer saber de qual datacenter do Cloudflare está sendo obtido a cópia do site que você está acessando, basta acessar o seguinte endereço, substituindo o example.com pelo seu domínio:

example.com/cdn-cgi/trace

Ao acessar esta página você vai se deparar com um arquivo de texto gerado pelo Cloudflare. Observe principalmente a linha colo e loc:

fl=97f192
h=www.example.com
ip=1.1.1.1
ts=1594644105.222
visit_scheme=http
uag=Mozilla/5.0 (Windows NT 10.0; Win64; x64) AppleWebKit/537.36 (KHTML, like Gecko) Chrome/83.0.4103.116 Safari/537.36 Edg/83.0.478.61
colo=GRU
http=http/1.1
loc=BR
tls=off
sni=off
warp=off

A linha LOC se refere ao país, no caso acima é o Brasil. A linha COLO neste caso, se refere a Guarulhos - São Paulo. Você pode pesquisar qual cidade se refere exatamente esta sigla no site IATA.ORG.

Screenshot_286.png.05a8f5d8d0c4e8f5cb21fcd3f4c7495c.png

Porém, mesmo que a rede do Cloudflare tenha crescido de forma significativa ao longo dos anos, nem sempre o seu site irá ser acessado do datacenter mais próximo e sim do mais econômico. Consumidores pagantes do Cloudflare sempre irão acessar do melhor datacenter disponível. Você pode ler mais sobre isso aqui https://community.cloudflare.com/t/how-cloudflare-choose-which-server-location-user-connect-to/4587 e aqui https://blog.cloudflare.com/bandwidth-costs-around-the-world/

 

Como integrar o Cloudflare ao WordPress de forma profissional

Feito as devidas explicações, o pulo do gato é que você pode usar um recurso chamado "page rules" do Cloudflare para customizar a forma como é feito o cache do seu site, aumentando a quantidade de recursos que são servidos pelo Cloudflare e tudo isso ainda no plano gratuito.

Dentro do painel do Cloudflare, acesse o aplicativo "page rules" (Regras de página -- em português) e adicione as seguintes regras:

⚠️ Lembrando de substituir o domínio abaixo na imagem pelo seu.

⚠️ A ordem das regras importa! Colocar as regras numa ordem diferente aqui, sempre irá resultar em resultados inesperados.

Screenshot_287.thumb.png.30b8d0f6eb4d0c55f021a25ef3a1e5fa.png

Explicação das regras:

1 - Tudo que tiver o pré-fixo /wp-* usará o cache padrão do Cloudflare. É uma ótima ideia colocar o nível de segurança como alto para proteger o painel de administração do WordPress.

2 - Impede que o cache seja feito na página para visualizar uma publicação no WordPress.

3 - Para todo o resto, faça o cache de absolutamente tudo, e deixa armazenado nos servidores da Cloudflare por até 1 mês.

Como você está instruindo o Cloudflare a armazenar a maior parte do seu conteúdo em cache, é muito provável que você alcance o nível de cache entre 95% - 98%, algo que eu já vi ocorrer em muitos sites que foram configurados dessa maneira. Ou seja, sua hospedagem só vai ter que lidar com 5% das requisições totais. Faz diferença no custo, não?

⚠️ Não faça logoff do seu painel do Cloudflare ainda. Vamos precisar dele para a próxima etapa.

Instalando o plugin Sunny:

O plugin Sunny disponível no WordPress.org, permite que seja feito a limpeza do cache automaticamente assim que um novo artigo é publicado. Provavelmente você vai querer isso pois a alternativa é acessar o painel do Cloudflare e solicitar a limpeza do cache manualmente.

Depois de instalado, para configura-lo basta ir em: Painel do WordPress -> Sunny.

 

Se você gostou desse tutorial não deixa de deixar o "curtir" nessa publicação. Tudo na Felinto Network é sobre reputação, e ao se engajar com o conteúdo, você ajuda a melhora-lo 🤓

Link to post
Share on other sites

Participe da Conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Cadastre-se Agora para publicar com Sua Conta.

Visitante
Comece a digitar para responder este tópico...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons são permitidos.

×   Seu link foi incorporado automaticamente.   Exibir como um link em vez disso

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar Editor

×   Você não pode colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...